Moradores de Suzano reclamam de fechamento temporário do Bom Prato

Por Luana
Compartilhe
Moradores de Suzano reclamam de fechamento temporário do Bom Prato

A previsão é que a unidade volte a funcionar somente no fim de fevereiro.

O Governo do Estado de São Paulo fechou temporariamente o Bom Prato, em Suzano, para fazer uma reforma que deve ser finalizada no fim de fevereiro. Os moradores que costumam fazer as refeições na unidade estão preocupados com o tempo de espera para reativação do espaço.

O catador Alessio Alves paga as refeições com parte do dinheiro recebido por seu trabalho. Ele ficou surpreso ao encontrar a unidade fechada. “Aqui você faz as três refeições com R$2,50, o café da manhã, almoço e a janta. Em outros restaurante aí o mínimo que você vai achar por aí é R$15 um marmitex”, diz.

No Bom Prato, o preço do café da manhã custa apenas R$0,50. Já o almoço e a janta são vendidos por R$1 cada.

“Não pode parar, porque o pessoal não tem dinheiro para poder ir comer em outro lugar. Tem quase mil pessoas no almoço e depois tem a janta, que é quase mil também. O pessoal não sabe para onde vai”, lembra o aposentado Marcos Antônio Costa.

A unidade em Suzano funciona há quase oito anos, e os moradores solicitam que durante período de reforma as refeições sejam servidas em outro local.

“Poderiam ter arrumado outro espaço para atender a população. As pessoas vêm até aqui e está fechado, elas não tem para onde recorrer. Quem vem para cá está em uma situação de vulnerabilidade, essa é a grande questão”, conta o comerciante Flávio Henrique Nunes.


A equipe da TV Diário teve acesso ao espaço que está sendo reformado. A parte estrutural, teto, parede, piso, cozinha e banheiros estão no pacote de revitalização. O investimento do Estado é de quase R$ 361 mil.

Segundo a gerente da unidade Maria Isabel Máximo de Jesus, o local nunca sofreu nenhuma revitalização e, durante a pandemia, os funcionários trabalharam direto. Por conta disso, não houve nenhum tipo de paralização para manutenção do local.

“Como nós servimos 1.800 refeições, e para isso nós precisamos de caldeira, e não é toda cozinha que tem, então nós não conseguimos uma cozinha para fazer o entendimento. Estamos tentando com empresas terceirizadas que nós forneçam as refeições para a gente atender esse público”, explica.

Em nota, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social informou que as obras no Bom Prato de Suzano são imprescindíveis para melhoria da cozinha da unidade. A previsão para concluir o trabalho por lá é dia 31 de janeiro. Ainda de acordo com a Secretaria, os cidadãos foram avisados das obras na unidade por meio de cartazes no local e pela comunicação dos funcionários desde a última quinta-feira (6). As reformas já estavam previstas e tinham sido adiadas por conta da pandemia.

Com relação às outras unidades do Alto Tietê, a Secretaria Estadual informou que em Mogi das Cruzes atendeu com embalagens descartáveis durante a reforma. Os demais restaurantes da região, que ficam em Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba, ainda realizam os trâmites necessários para iniciar os serviços.

Veja mais notícias como esta em Suzano

Você sabia que o Alto Tietê Online está no Facebook, Instagram, Telegram, Whatsapp  e no Google News? Siga-nos por lá.

Deixe seu comentário

Imagem para chamar atenção
Suzano

PM localiza desmanche de veículos em Suzano

Proprietárias de terrenos onde veículos foram localizados foram presas após serem autuadas por receptação. Um desmanche de veículos foi localizado pela Polícia Militar em Suzano